domingo, 12 de setembro de 2010

MAL NECESSÁRIO

Esse final de semana, o improvável aconteceu: comprei um celular. Explico. Nunca fui muito amigo de telefone celular, apesar de todo mundo ter um, sempre “desconjurei” (sempre quis saber, essa palavra existe ou não?) a possibilidade de ter um aparelho. Nunca entendi a necessidade de um aparelho que funcionava praticamente como um GPS – localizador geográfico, utilizado para localizar locais ou auto localização – sempre atualizando para as pessoas onde você estaria.

Mas ao longo do tempo, devido a interferências que vida de mortal nos impõe, a necessidade se fez presente e acabei por me render ao “maldito aparelhinho”. Acabei por descobrir que, assim como o telefone fixo, o telefone celular é um mal necessário. Na verdade comprei em função do meu pai, para que possa estar sempre em contato comigo.

Mas já avisei geral, o numero é restrito: somente para emergências (ou até eu mudar de idéia de novo).

Um forte abraço a todos

2 comentários:

  1. Só vc mesmo....Numero restrito que um pass pro outro e quando se vê todos tem...rsrsrsr

    ResponderExcluir

O 1° Buffet Infantil de Cruzeiro